A peça teatral “E se meus pais soubessem?” Chega a Lauro de Freitas/BA em 14 de setembro

No mês da celebração bissexual, espetáculo apresentará em Lauro de Freitas o drama de um jovem que se descobre gay e se apaixona por um amigo confuso com sua sexualidade.

O espetáculo mostra o conflito pessoal de um adolescente com sua identidade em formação. Uma comédia romântica cujo personagem principal, com sua orientação claramente homossexual, sofre preconceito, abusos e violência física na escola, ao passo que não consegue se comunicar com os pais ou amigos. Apaixona-se por um colega com orientação bissexual e igualmente confuso. Em determinado momento ele é abordado por sua consciência – oposta à sua personalidade – que lhe mostra o outro lado da situação, deixando claro que uma tomada de posição e conscientização da própria identidade mudará as coisas radicalmente.

“A encenação transita em vários níveis do inconsciente e não atende a uma sequência lógica; brinca, mesmo, com a metalinguagem e os estereótipos”, afirma o diretor Uarlen Becker.

E se meus pais soubessem? é uma peça que aborda temas atuais e comuns aos adolescentes em escolas e em seu cotidiano; é dirigida aos jovens, pais, professores e alunos e estimula o senso crítico e a compreensão de temas polêmicos, como a homofobia e o bullyng. Unindo realismo e ludicidade, a peça desperta, sobretudo, o respeito às diferenças. O texto convida o público a uma reflexão sobre a diversidade sexual e, principalmente, é um alerta contra os preconceitos e estereótipos criados em nossa sociedade. O espetáculo é um trabalho suprapartidário e laico e não visa incentivar um proceder em detrimento de outro, mas valorizar o direito à diversidade e livre expressão através da poderosa ferramenta que é o teatro.

Para o ativista Ícaro Ceita, o espetáculo, além da qualidade de seu elenco e conteúdo artístito, é um importante veículo para quebra de paradigma ” o grupo de Teatro do Instituto Adé Diversidade esta na vanguarda do movimento LGBT na Bahia, trazendo inovações, com uma estrututa cultural que fala a língua de nossos jovens, tenho certeza que será mais eficaz do que outros formatos tradicionais no combate à homofobia” aposta o coordenador geral da entidade.

  

SERVIÇO

O quê: E se meus pais soubessem?

Quando: dia 14 de setembro

Hora: 20h

Ingresso: R 10,00 (inteira); R$ 5,00 (meia)

Onde: Centro de cultura de Lauro de Freitas (Praça João Thiago Dos Santos, s/n Lauro de Freitas – CEP 42.700-000; Telefone 71 3288.8351)

Informações: 71-9282-5945/8744-2321

www.esemeuspaissoubessem.blogspot.com

esemeuspaissoubessem@gmail.com

Realização: Instituto Adé Diversidade BAHIA

1 comment for “A peça teatral “E se meus pais soubessem?” Chega a Lauro de Freitas/BA em 14 de setembro

  1. Diulhano
    13 de setembro de 2012 at 23:54

    Eu sou um garoto comum, mas me considero especial pois tenho o sonho de ser ator, acredito que tenho talento e procuro uma chance, mas moro numa cidade pequena chamada Campo Bom no Rio Grande do Sul, não existem muitas escolas de teatro aqui.
    Bom eu sou gay, e sofro muito preconceito na escola e da minha família, não estou aqui pedindo uma chance, mas estou humildemente pedindo para que se possível apresentar a peça aqui na minha cidade, seria um enorme prazer recebe-los em nosso teatro, seria um grande incentivo contra a homofobia que existe aqui e ajudaria muito eu e os outros gays que não tem coragem de se assumir para a sociedade.
    Agradeço a atenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *